fbpx

Blog

O poder da ideias | Entrevista com Alex Andrade

Alex Andrade (@alexdeandrade) escreve para crianças e adultos. Tem em seu currículo 13 livros publicados,  entre eles, os romances:

“Para os que ficam” (editora Confraria do Vento, 2022)

“Antes que Deus me esqueça” (editora Confraria do Vento,  2018)

“Longe dos olhos” (Editora Multifoco, 2012) 

Os livros de contos:

“A suspeita da imperfeição” (editora Luziletras, 2001)

“Poema” (editora Confraria do Vento, 2013)

“Amores, truques e outras versões” (editora Confraria do Vento, 2015)

“As horas” (editora Penalux, 2017)

Os livros para as infâncias:

“O Gigante” (editora Quase Oito, 2021)

“A menina e a sapatilha/O menino e a chuteira” (editora Quase Oito, 2019)

“A história do menino” (editora Penalux, 2017)

“A galinha malcriada” (editora Parafernália, 2013)

“O pequeno Hamlet” (editora Multifoco, 2010)

Para Alex, a vida é “um leque sem fim de possibilidades” para se contar histórias. E para ele, “as palavras servem como imagens para o leitor.”


Caixa-preta é o quadro de entrevistas deste blog. E sendo caixa-preta “qualquer sistema, organismo, função, etc., cujo funcionamento ou modo de operação não é claro ou está envolto em mistério”, representa uma ideia que se aproxima da literatura.

Na sexta-feira, a cada quinze dias, confira uma nova entrevista.


O que a escrita causa em você?

Um misto de muitas sensações e emoções.  Escrever é mergulhar profundo. Quando estou criando, são muitas imagens que tomam conta desse momento.

Qual a maior aventura de um escritor?

É sem dúvida contar uma história e a expectativa de tornar essas ideias públicas.

Que livro você gostaria de ter escrito?

São tantos! Mas com certeza “Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres “ da Clarice Lispector.

Que livro você jamais escreveria?

Não me recordo de ter esse estranhamento a ponto de criar esse asco por uma obra, claro que existem histórias que não nos capturam. Mas é algo muito individual.

O que ainda falta ser dito em literatura?

Muita coisa! Tem muita história pra ser contada. Acho que a vida nos oferece um leque sem fim de possibilidades.

Livro bom é…

aquele que te envolve, cativa e movimenta o pensamento.

Escritor é uma criatura…

necessária e urgente!

Qual o papel de um escritor na sociedade?

É de extrema importância, principalmente para o nosso país onde muitas pessoas não leem livros. Precisamos de políticas públicas incentivando a leitura e os livros para as comunidades carentes. E o escritor é peça fundamental nesse movimento.

Qual o maior aliado de um escritor?

As ideias.

Como encontrar a palavra certa, o termo justo, a frase ideal?

Não sei a receita para tal. Sei que acontece essa palavra ideal, esse termo certo e essa frase justa.

O quê que não dá para ser dito com palavras?

Acho que se pode dizer tudo, principalmente porque as palavras servem como imagens para o leitor.

Se você pudesse, o que diria para o algoritmo?

Ahhhh…vá!

E se você pudesse mudar o lema da bandeira nacional para um que representasse o Brasil atual, para qual seria?

Aqui e agora!

Qual a melhor maneira de encarar a página em branco?

Ter paciência e sabedoria. O momento certo chega.

Qual a sua maior alegria ao escrever?

Experimentar palavras, sonoridades e escutar o som das frases quando leio para mim mesmo depois de ter escrito.

Se você não pudesse mais escrever, o que faria?

Leria muito mais!

A literatura em uma palavra.

Essencial.

Qual a coisa mais importante que você aprendeu com a escrita?

Que a vida pode ser muito bem contada.

Qual sua definição de felicidade?

Um país de leitores e com a cultura de pé.

O que faz você continuar escrevendo?

A esperança de um futuro melhor e poder ver mais pessoas lendo.

*Entrevista organizada ao som do disco Um som, do Arnaldo Antunes


Leia Alex Andrade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Inscreva-se e acompanhe os textos, vídeos e entrevistas


Acompanhe-me nas redes sociais


Leia mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vanessa Passos

Eu vou te ajudar nessa jornada de escrita e publicação. Já orientei mais de 400 alunos através do método 321escreva.

Fale comigo!

Está gostando? Compartilhe!

plugins premium WordPress